terça-feira, 30 de dezembro de 2008






NEM PERCEBEMOS!




Que fazemos nós nessa busca louca,
em continua faina que não se entende...
Rodar inútil no dever que prende,
consumindo as horas dessa vida pouca!






Há um sol que brilha e ninguém se importa,
e a lua inútil já não inebria...
No escasso tempo desses nossos dias,
murcham as flores nessa vida torta...






Atropelados nesse torvelinho
de emoções ligeiras e sem sentido,
nem percebemos o escorrer das horas...






Ao fazer da lida tão fiel senhora,
Vamos deixando nesses dias idos
azedar-se o mais saboroso vinho...






º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008





aves noturnas...









aves noturnas esvoaçam,



pensamentos que não dormem...







comem em minhas mãos frias,



migalhas de fantasias...







falam das andanças



sombrias danças



fantasias mortas



apostas perdidas



idas sem volta






...feridas sem cura!





¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬


¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008


ÀS VEZES SINTO SAUDADES!



Às vezes sinto saudades
do tempo que já passou.

Do namoro no portão,
do beijo roubado...
dos bailes de então.


Dançar de rosto colado...
Suspirar e escrever versos,
perder a fome e sonhar...

Coração bater apressado
no doce encontro do olhar.


Ficar totalmente sem jeito
na hora de se falar,
depois se trancar no quarto
para tudo rememorar.
Rever de olhos abertos
a cena...o lugar!


Os bailes
com Os Incríveis, The Jordans,
Cassino de Sevilha,Ray Connif,
Glen Miller, Henry Mancini...


...tomar uns goles furtivos do copo de cuba-libre...
uma tragada roubada do cigarro do amigo.


Saudade das serenatas,
das festinhas americanas,
do Renato e seus blues caps
do iê-iê-iê dos Beatles,
Jovem Guarda e mini saia.


É...às vezes sinto saudades
daquele tempo de então.


Da emoção não descartável,
do namoro no portão.
Do coração ainda ingênuo
repleto de ilusão!


Não é saudade doída,
nem vontade de voltar...
Apenas um filme bonito
gostoso de reprisar!
°º°º°º°º°º°º°º°º°º°º°º°º°º°º°º°º°º°º°
º°º°º°º°º°º°º°º°º°º°º°º°º°º°º°º°º°º°º



sexta-feira, 28 de novembro de 2008










DESENCONTRO . . .



O sol conheceu a lua
no anoitecer do verão
e ao vê-la tão branca e nua,
tomou-se então de paixão!


Também a deusa entregou-se
a tão brilhante visão,
que pra sua vida trouxe
tão nova e terna canção...




Mas, na loucura contente,
não percebiam os dois,
que o sol vinha sempre à frente
e a lua só vinha depois...




E nesse encontro de longe,
possível, só mesmo olhar...
Vestiu-se o moço de monge
e a lua pôs-se a chorar...




<*>::::<*>::::<*>::::<*>::::<*>::::<*>::::<*>






sexta-feira, 21 de novembro de 2008







D I Z - M E !






diz-me em que canto




se escondeu o encanto




desaguado em pranto




que calou o canto




instalou o espanto




me rasgou o manto




que era azul e santo




e do que era tanto




só o desencanto




foi






o






que






restou...





_________________________



********************************



_________________________






sexta-feira, 14 de novembro de 2008





ENCONTRO





Ah... já me aflige nessa hora, a espera
por esse encontro, tantas vezes adiado...
E o corpo inquieto no reverso do que era
precisa e pede sem delonga o ser amado!



Que doce é a hora do encontro esperado!
Dão-se os olhos num mergulho de prazer...
As bocas se calam no beijo demorado
e os corpos se agitam, na ânsia de se ter!



Já não somos mais nós, dois corpos separados,
mas, apenas um pelo amor abençoado...
Em fundo êxtase, brindamos sem temor...



E saciados dos prazeres mais profundos,
enfim dormimos nosso sono vagabundo...
embriagados na volúpia do amor!


::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::






quinta-feira, 6 de novembro de 2008

AH! CECILIA...







RETRATO




Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios,
nem o lábio amargo.


Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias e mortas;
eu não tinha este coração
que nem se mostra.


Eu não dei por esta mudança,
tão simples, tão certa, tão fácil:
- Em que espelho ficou perdida
a minha face?




(Cecília Meireles)






...de Zélia para Cecília...


O desenho
que o tempo vai traçando...
Narrando
nossa história sem clemência,
não machuca
a beleza que se guarda,
numa alma
que se oferta em ternos cantos!






___________________________________


___________________________________


_________________



sexta-feira, 31 de outubro de 2008




SIMILARIDADE







Vaivém eterno,
movimento contínuo,
pessoas andando
ou quase correndo,
pessoas nos coletivos,
nas lojas comprando,
nos hospitais,
nascendo ou morrendo...

Enquanto observo
o movimento,
vou tomando consciência
do mesmo vaivém
em meu corpo:



O sangue
circulando o tempo todo.
Os órgãos
trabalhando sem cessar...
A vida se mantendo.

Nas calçadas, pessoas
seguindo em frente
sem se olhar...
Como se chegar
fosse urgente demais.
Dentro do corpo
células se movimentam
num incessante renovar.




Mundos similares...



Homens
construindo prédios,
pontes,
estradas.
Células construindo ossos,
tecidos,músculos.



Ambos
na mesma faina contínua.

Homens que se matam
defendendo idéias,
lucros egoístas
ou pedaços de terra.



Anticorpos destruindo
os invasores inimigos,
doenças auto imunes
destruindo o próprio lar.



Com o aumento contínuo de gente
a natureza sofre,
as aglomerações adoecem...



É gente demais e o espaço fenece.


Como em nosso corpo,
quando as células
se multiplicam loucamente
e os tumores florescem.

No mundo externo
que meus olhos vêem...
Um movimento incessante!
Cá dentro do meu corpo
um movimento constante
que promove a vida.

Em dado momento de clareza
Vem-me certo pensamento e
pergunto-me com assombro:



- Não seremos também todos nós,
células minúsculas
sustentando a vida
de um gigantesco organismo?


*
*
*
________________________

________________________

________________________








sexta-feira, 24 de outubro de 2008




FELIZ...







Bem feliz é o que abençoa o que tem,


dando graças à vida generosa!


E no perfume suave de uma rosa


sente o milagre que a vida contém...




Nas coisas simples, encontra a beleza


que lhe enternecem alma e coração,


e não precisa mais que uma canção


pra se sentir a própria realeza!




Não traz guardadas as mágoas que destroem


e nas injúrias, os ouvidos são surdos


e o perdão sim, foi feito pra se dar...







É feliz, pois conseguiu se livrar


da inveja, da raiva e tanto absurdo


que os corações tantas vezes remoem...






_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

AH! ESSE AMOR...



AH! ESSE AMOR...




...ah! esse corpo indócil
que se esgueira em sonhos
e murmura um canto
tão pleno de encanto
que ninguém conhece...


...ah! Esse olhar que grita
e se denuncia
pois não há mais jeito
de afogar no peito
essa fantasia...


...ah! Essa boca quente
a queimar em febre
e sentir a fome
e chamar teu nome
sem adormecer...


...ah! Essa voz que pede
em palavras mudas
um abraço forte
pra livrar da morte
esse amor tamanho!




___________________________________

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

T R O V A S






saudade do que não foi,

não foi nem nunca será...

seremos apenas dois

mas o um nunca haverá...





que a vida tem mais sabor

aprendi ao compreender...

que o que tem mesmo valor

antes do ter é o ser!



em sonhos plantei a vida,

nessa vida adormeci...

longe ficou esquecida,

a vida que não vivi!




mora no meu coração

esse amor tão esquisito...

num dia ele é só canção,

já no outro é tão aflito!



na tua contemplação

o teu amor vai tecendo...

versos, tais quais orações,

que com ternura vou lendo!




o que se leva da vida,

é o amor pelo irmão...

e nunca se dar guarida,

à raiva no coração!



trovador quando tu cantas

os versos pra tua amada...

até a lua se encanta

e sorri na madrugada...




saudade é folha caída

saudade é o que não voltou

saudade é a canção sentida

saudade é o que só restou



no seu olhar me entrego,

pois é pura sedução!

e pra você nada nego,

no momento da paixão...


nada pior, e eu reclamo,

da indiferença de alguém,

que um dia falou: - te amo,

como nunca amei ninguém...





há coisas que não se explicam

nesse mundo de meu Deus

por que só alguns me cativam

e moram no peito meu?




se deixarmos a paixão,

à vontade, nessa vida...

condenamos a razão

a nunca mais ser ouvida!



quando abro o pc,

um sorriso me ilumina...

no recado que você

me diz: - te adoro menina!




nada é mais liberador

que a oferta do perdão!

quando esquece a própria dor,

inclinando o coração...



- eu te amo... disse um dia...

e eu até acreditei!

mas, só era fantasia

o amor que eu sonhei...






<:><:><:><:><:><:><:><:><:><:>

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

SORRIA, VOCÊ ESTÁ SENDO FILMADO...





pulsa o sangue,

cai a tarde...



nem a vida,

nem a morte...



choram olhos,

calam bocas,



num silencio

de saudade...



reza baixo,

pede amor...



vem a noite

e o temor.



olhos secos,

dor no peito,



solitária

a madrugada...



vem o dia,

já desponta



o princípio

da jornada...



limpa os dentes...

e o café,



tão amargo

como a vida...



desce lento,

sem vontade.



novo dia


SORRIA...


VOCÊ ESTÁ SENDO FILMADO!



sexta-feira, 26 de setembro de 2008



AMOR...



Estás na minha vida, amor que me fascina,

a colorir-me os dias e o passar das horas...

Com tal perfume inebriante que alucina,

impregnou os espaços vazios de outrora...


Ah! Amor das cálidas tardes de verão...

Das noites frias, quando me encolho em seus braços

e meu corpo se entrega em doce confissão,

até que o sono nos embale no cansaço...


Tudo se aquieta e até o tempo se retrai

para ouvir os murmúrios desse amor profundo...

Cala-se o vento, mais nenhuma folha cai!


E nada nesse mundo é capaz de descrever,

em canto ou versos, sentimentos tão fecundos,

que cantam assim, até o dia amanhecer...




<*>*<*>*<*>*<*>*<*>*<*>*<*>*<*>*<*>*<*>*<*>

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

DANÇA QUE VAI E QUE VOLTA...






Muito longa esta noite

sem sonhos e sem dormir...

Nas lembranças, um pernoite.

Em cada esquina, um seguir...


Recordações de uma vida

que ainda não sei viver,

embora, lições seguidas

recebi em mãos pra ler...


Que culpa tenho, pois eu

nasci para ser poeta

e um anjo torto me deu

esta solidão completa?


Já tomei gosto em ser só

porque aprendi muito cedo.


Sou triste, mas vou sem dó

e tudo à volta percebo...


Na dança doida da vida

sinto meu mundo girar...


Dança que vai e que volta,

Tornando pro mesmo lugar!



¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

::::::::::::::::::::::::::::::::::

Para todos que aqui passarem e quiserem levar o mimo...

Para todos que aqui passarem e quiserem levar o mimo...
Ganhei do Daniel Milagres e da Ana (Vento sem asas) OBRIGADA, meus queridos amigos!!!

Ganhei do Alvaro...OBRIGADA, meu querido amigo!!!

Esses selos, ganhei de PELOS CAMINHOS DA VIDA...OBRIGADA, minha amiga!!!

Esses selos, ganhei de PELOS CAMINHOS DA VIDA...OBRIGADA, minha amiga!!!

GANHEI DA MINHA AMIGA ISA!!! OBRIGADA, QUERIDA AMIGA...

Ganhei da minha amiga JUANI!!! Obrigada, de coração...

Ganhei da Minha amiga Marta Vasil, do "Lua com Dona"!!!Obrigada!

Recebi esse premio da minha amiga, MARIZ...............do meu amigo, EDUARDO ALEIXO..................e da minha amiga HELEN os........................OBRIGADA, queridos amigos!!!.......................................Recebi também da minha amiga FANNYe da amiga Marta Vasil, do Lua com Dona! Obrigada!!!!

Ganhei do blog PELOS CAMINHOAS DA VIDA! OBRIGADA, AMIGA!!!

Ganhei da Isa! Obrigada, minha amiga!!!

Ganhei da Isa! Obrigada, minha amiga!!!

Ganhei da Izinha do "Magico Olhar"!!!


Ganhei da sam! Comemoração do aniversário do seu blog...OBRIGADA, amiga!

Ganhei do meu amigo, Bill Stein Husenbar OBRIGADA!!!

Ganhei da Ana, do blog SAGITÁRIO!!! Obrigada!!!

OBRIGADA, meu querido amigo!!!

Ganhei do blog, PELOS CAMINHOS DA VIDA...Obrigada, amiga!!!

Ganhei da ANA DINIZ... Obrigada, minha amiga!!!

Ganhei do Martim, do blog"onde me esperas?" Obrigada meu amigo!

OBRIGADA, Serena Flor!!!

Ganhei da Mariz do blog "sou pó e luz" OBRIGADA, amiga!!!

Ganhei da Serena Flor! Obrigada, minha amiga...

Ganhei do meu amigo Tossan, do blog Klic Tossan! Obrigada!!!

Ganhei da Maria, do blog "PAPOILA". Obrigada, amiga!

Ganhei da minha amiga MARIZ! Obrigada...

Ganhei do blog SORRISO! Muito obrigada, amiga!!!

Ganhei da Neide! OBRIGADA, amiga!!!

OBRIGADA, meus amigos!!!

Ganhei da REBECA e JOTA CÊ! E também me foi ofertado pela MARTA VASIL...Obrigada, queridos amigos!!!

Esses selos ganhei da minha amiga, Anita Fonseca...OBRIGADA!!!

Esse selo ganhe da minha amiga Mariazita e i do meu amigo Alvaro! Obrigada!

GANHEI DA ISA, do blog MOMENTOS MEUS...Obrigada, é lindo!

GANHEI DO MEU AMIGO ALVARO! Obrigada!!!

Recebi da minha amiga Margarida do blog FRAGMENTUS e do meu amigo DANIEL SAVIO! Obrigada!!!

Ganhei do blog SONH@DOR@.50...Obrigada, amiga!!!

Ganhei da Isa...Obrigada, querida amiga!!!

Ganhei da Isabel, do blog BC e da Mariz do SOU PÓ E LUZ!! Obrigada minha querida amiga!

Ganhei da Isa, do blog MOMENTOS MEUS...OBRIGADA, AMIGA!!!

Ganhei da Mariz! Obrigada, amiga!!!

Ganhei da CLEO! Obrigada, minha amiga!!!

GANHEI DA FANNY e da Margarida do blog Fragmentus...OBRIGADA, amigas!!!

Ganhei da HAERE MAI e da MARIZ...Obrigada, minha amiga!!!

Ganhei da HAERE MAI e da MARIZ...Obrigada, minha amiga!!!

Recebi da minha querida amiga, ISA! Esse é o Troféu do Amigo! Esses blogs são extremamente charmosos. Esses blogueiros têm o objetivo de se achar e serem amigos. Eles não estão interessados em se auto promover. Nossa esperança é que quando os laços desse troféu são cortados ainda mais amizades sejam propagadas. Entregue esse troféu para oito blogueiros(as) que devem escolher oito outros blogueiros(as) e incluir esse texto junto com seu troféu. Passo a: SAM, SERENA FLOR, TOSSAN, PAPOILA, CLEO, FRAGMENTUS, MARTA VASIL, MARIZ. Estou passando às primeiras pessoas que me ofereceram um selo...