segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

COMO O SOL EM UM POENTE





E vem chegando a noite, adornada de estrelas...

Cerro todas as cortinas e me recolho.

Sensações lá de fora, já não quero tê-las...

Mergulhar nesse encontro é tudo que escolho.



Sobre meu corpo as finas vestes de cetim,

perfumadas por delicadas alfazemas.

Em minha boca, um breve traço de carmim

nos cabelos, é de flores o diadema!



Adorno o corpo, visto a alma de alegria...

Real encontro, dando vida à fantasia

deste amor tão grande, longamente esperado!



Hei de entregar-me como o sol em um poente

em cores várias, nesse encontro tão contente...

Você pra sempre... Eterno amante, meu amado!



_____________________


quarta-feira, 9 de dezembro de 2009


O TEMPO QUE NÃO VOLTA...


Vestia-se o horizonte em tons dourados

e o sol já se deitava mansamente,

traçando com seus raios alongados,

uma fogueira de cores no poente...



Bailando em meus olhos a plenitude

na entrega que pra noite, faz o dia,

relembro com saudade a juventude

onde a vida era uma eterna euforia!



Os dias eram plenos de confiança

e a ânsia de viver impulsionava

as emoções em rolos coloridos...



Não era o coração inda ferido

e minha alma tão branca se enfeitava

com um sorriso aberto de criança!

_______________________

§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§

___________________________

domingo, 22 de novembro de 2009

NA HORA TARDIA




Nesse link está a homenagem que o meu amigo Daniel Costa, fez para mim!
Meu coração sensibilizado agradece...













murmuro este amor nas noites insones...

se a censura dorme e a razão afrouxa...

me solto no vento da tua lembrança

e tremo nas mãos das tuas carícias...






sussurros febris na boca sonhada,

dos beijos molhados, nos corpos suados...






no toque dos dedos, a dança vadia...

desejos vingados na hora tardia.

delírio imolado, real fantasia...

se acendem as sombras, na minha alegria!






________________________________________________


terça-feira, 10 de novembro de 2009




SÓ HOJE!




Só hoje, vou esquecer a censura
que enclausura minha alma na tristeza...
E a desventura desse amor sem cura
se abrirá em flores de tal nobreza!




Há de sentir quando fitar meus olhos,
emoções que (sei) não ousou sonhar...
Atrevidas, livres e sem refolhos,
laivos que só o amor pode apagar...




Hão de queimar-se todos os anseios
no colorido fogo da paixão,
quando do mundo, totalmente alheios,




você e eu, a nos tornarmos um,
iremos alem da imaginação,
nesse amor que é tão grande e incomum!


_______________________________________

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

NÃO É MAIS...





recolho as asas,

aborto o vôo...


quebro esquinas sem olhar para trás.


os girassóis já secaram,
gastaram-se todas as letras,
a fonte emudeceu...


foi ontem,
hoje, já não é mais.













segunda-feira, 28 de setembro de 2009





QUEM CHORA NA NOITE?


Lagrimas acordam a alma da noite,
nublando por instantes as estrelas...
Quem triste assim haverá de verte-las
tinindo o silencio como um açoite?


Que murmúrios já entristecem a lua
que se esconde atrás da nuvem escura...
Quem há de ser a frágil criatura
que despe a dor de forma assim tão crua?


Até o vento cala o seu gemido
entregue à emoção desse lamento,
que chora a dor, talvez, duma partida...


Ou quem sabe o cansaço com a vida
fez brotar esse canto tão cinzento,
tristonho, sem alento e tão sentido...



____________________________________
_______________________________

domingo, 13 de setembro de 2009

...QUERO!








quero terra
quero verde
quero o balanço do mar!



quero flores,
quero trovas...
quero a sorte
de saber amar...




quero lua, quero estrela
e muitos raios de sol...





quero rio não poluído
e ar puro em meu nariz.




quero emoções
palpitando,



brotando
no meu jardim...





quero a vida
sem retoques
a vibrar
dentro de mim!








________* * * _________

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

NESSA NOITE...





Acolhe-me no sol do teu abraço

e afaga meus cabelos com ternura...

Dá-me uma vez ao menos a ventura,

de adormecer serena em teus braços!




Molha a boca na sede destes beijos,

que guardo para ti há tanto tempo...

Que calem finalmente os lamentos,

no verbo triunfante do desejo!




Que se ouçam na noite nossos risos

e o festim seja o premio esperado

pelas ânsias a tanto acumuladas...





Que as juras tão secretas e caladas

se revelem dançando o nosso fado,

nos passos que conduzem ao paraíso!






___________* * *____________

segunda-feira, 17 de agosto de 2009










SOU




sou como o vento, sem tempo


como fogo de crepitar lento


mordaça que imola as palavras


que atola em desgraças


e ignora


sou febre sem cura


incansável procura


sou aquela que guia e caça


sou de raça


aquela que atura


que não descompassa


que às vezes fracassa e satura


mas não se abate


sou como o cão que late


que alerta o embate


degusto a vida em fel ou mel


e sou fiel!





___________* * *___________

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

HEI DE EVADIR-ME



Minha alma clama, horizontes bem mais abertos,
em vôos livres a planar por sobre o sol!
Já não contento meus andares sempre perto...
Hei de ir mais longe ouvir de perto o rouxinol.


Quero perder-me nessa busca sem destino,
deixar o vento ser meu guia, meu farol...
Sem nenhum temor, me entregar como um menino
ao tato terno desse eterno girassol!


Acarinhar o céu, com as asas do meu sonho
e tingir o azul com os versos que eu componho
em melodias, quase sempre assim, tão tristes...


Hei de evadir-me de uma vez dessas cancelas,
soltar meu barco, confiante nessas velas,
num vôo imenso, leve e solto, sem limites!


_____________* * *______________


segunda-feira, 27 de julho de 2009

EU E EU...SIMPLESMENTE





EU E EU... SIMPLESMENTE...




...da vida da qual venho
sorvi muito veneno...
desiludi o sonho
e já morri um pouco...



o que ainda me resta
vou transmutar em luz
e beber devagar,
pra mitigar a sede...


...caminhos já passados,
paraísos mal sonhados.


baixarei a cancela
sem nenhum amargor...
na determinação
de guardar o que resta
que um dia já foi tanto,
mas, perdeu-se nas frestas...


hei de seguir à frente
e procurar apenas
ser cada vez mais gente...


...e esse tanto que me resta,
do ser infantil e carente,
beberá da própria alma
proporcionando a calma...



eu e eu simplesmente!

_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_

sábado, 18 de julho de 2009






JUNTOS FINALMENTE...



E finalmente então nos encontramos...
Frente a frente os dois, como nunca antes.
Trazendo os pés cansados de viajante
e o rio de palavras que calamos...


Dos risos brotam lagrimas contentes
na singular beleza do momento
e não existe em todo o firmamento,
brilho maior, mais claro ou mais ardente!


E os corpos então se fundem num abraço
tão quente como o sol queimando a pele,
tão forte como pede a longa espera...


E desse amor nascido há tantas eras,
escorre a emoção que nos impele
nessa entrega sem tempo nem espaço!




§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§º§

terça-feira, 7 de julho de 2009

NÃO DEIXE EU TE ESQUECER...




não quero perder-te na sombra
do esquecimento frio
sem forma que assombre...


quero que vivas
no som ou no silêncio
de cada palavra;
no acalanto que embala
a febre que não curamos,
o fato que não vivemos...
quero-te presente,
sempre!


no delírio do verso,
no transverso da insônia,
no martírio do dia,
na poesia vadia,
na espera...

não deixes que eu te esqueça...


_____________________________
:::::::::::::::::::::::::::

_____________________________

sábado, 27 de junho de 2009





colcha de retalhos


colcha de retalhos
costurada em cores
costurada em cinza
marcada de amores
ou de dissabores
diluídos em flores



onde me agasalho...




colcha de retalhos
resumindo a vida
que vem de tão longe
descrevendo a lida
a ilusão perdida
crença já falida




tempos de borralho...




colcha de retalhos
de azuis floridos
de sorriso claro
beijo colorido
anseio incontido
néctar sorvido




luz do meu orvalho!






¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬

¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬

domingo, 14 de junho de 2009

LOUCURA

LOUCURA



Foi loucura, meu amor... Foi loucura!
Quando então afrouxamos as amarras
e caímos em tão insanas garras
dessa paixão envolvente, e sem cura...


Demos os corpos, como nunca antes
desejo algum houvesse assim pedido...
E no amor meio anjo e tão bandido,
florescemos então como amantes!


Esquecemos, além das nossas portas
um mundo que não era de nós dois,
c’os brados de censura sem perdão...


Novamente a frieza deste chão
vem nos trazer à vida sem depois...
Podando rente as nossas asas tortas.


:::***:::***:::***:::***:::***:::***:::***:::***:::

quinta-feira, 4 de junho de 2009

FRAGMENTOS



fragmentos...






espelho nos olhos, estrelas
roubadas do céu tão escuro...




abandonei atrás do muro
o brado de ser feliz...




alguma coisa me diz,
que reguei demais a planta...



confesso ainda me encanta
a canção que esqueci!




do quebra cabeça perdi
com certeza alguma peça...




...eu sei, esqueci a promessa
que pra Virgem um dia eu fiz.




da arte eu sou aprendiz
por isso nem sempre acerto.



nesse meu caminho incerto
nunca penso no futuro...




as luzes, tentei eu juro
mas, não consegui rete-las...



_____________________________________

segunda-feira, 25 de maio de 2009

TÃO SOMENTE









tão somente...



quero minha alma

transformada em sol

vermelho e quente...





que aqueça a terra

e faça brotar sementes!





quero meu lamento,

tornado em canto...




que alegre e enterneça,




que afugente o espanto

desse espaço dormente...


quero os beijos

molhados

dançando na boca,

numa dança frenética




...louca!









dissolver-me nesta vertente




vagarosamente

ardente

naturalmente...




________________________________

:::::::::::::::::::::::::::::::

_____________________________



sexta-feira, 15 de maio de 2009


GENTE NUA  

 

 

Muitas vezes encontro pela rua,

sob marquises, gente adormecida...

Esfarrapada, suja e seminua,

que no relento, arrasta sua vida!

 

Quando acorda, o sol já vai bem alto.

Com gestos lentos, dobram cobertores,

bem devagar, sem nenhum sobressalto

como fossem veteranos atores...

 

Sem pressa, nessa vida sem destino

pisam os passos de não sei pra onde...

levados quiçá, pelo desatino.

 

Pra trás, ficaram todas as lembranças...

Nada perguntam e ninguém responde.

Sombras nuas seguem, sem confiança!


::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

_____________________________

quarta-feira, 6 de maio de 2009

TROVAS






Trovas são poemas de apenas quatro versos, rigorosamente tendo sete sílabas cada verso, rimando 1/3 e 2/4 e precisa ter começo e fim. 
Muitas pessoas confundem quadras com trovas... Quadras, são mais livres, não requerem métrica e rimas rigorosas. 
Essas que postei aqui, ( com algumas exceções)  são comentários que deixo como réplicas nas escrivaninhas que visito. Todas são de minha autoria.
















___________________________________________
___________________________________________

domingo, 26 de abril de 2009


mutantes somos




na estrada incerta
trocando a pele
e sentimentos



passando alentos
e sofrimentos
entre as sementes
o joio impera




por vezes rentes
cortadas as asas
nenhum mergulho
nas águas rasas



fomos crianças
já nem lembramos


belas donzelas
que já morreram




corpos bonitos
caras de anjos
que vão aos poucos
nebulizando

abrindo espaço
pra outro tempo
de passos lentos
e olhar cansado






já tantos fomos
sem conhecer
correndo a vida
sem perceber
___________________________________



quinta-feira, 16 de abril de 2009

se guarde em mim...

(imagem da internet)





se guarde em mim...




antes que o sol


recolha


suas cores quentes



e num repente


a noite invente


de devorar


o sonho


até o fim...






me beije


com a febre da longa espera


como quem venera o instante...




me encante com seu fogo


espante o medo


me ensine o jogo!


_______________________________________

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

_______________________________________

terça-feira, 7 de abril de 2009


ESSE AMOR QUE NÃO DEU CERTO...







Esse amor inesperado
no outono da minha vida,

abriu portas já fechadas
e gavetas escondidas...


Trouxe um canto de alegria
nos meus dias tão cinzentos...
Despertou uma euforia
que me deu um novo alento



Mas o tempo foi mostrando
pensares tão diferentes,
e aos poucos desbotando
nossos sonhos sorridentes.


Um amor que não deu certo,
deixou rastros tão tristonhos...
Tornou de novo deserto
os dias antes risonhos.




Mas em tudo sempre existe,
algo bom a ser notado...
Descobri que em mim persiste
muito amor pra ser cantado!


*+*+*+*+*+*+*+*+*+*+*+*+*+*+*+*



Para todos que aqui passarem e quiserem levar o mimo...

Para todos que aqui passarem e quiserem levar o mimo...
Ganhei do Daniel Milagres e da Ana (Vento sem asas) OBRIGADA, meus queridos amigos!!!

Ganhei do Alvaro...OBRIGADA, meu querido amigo!!!

Esses selos, ganhei de PELOS CAMINHOS DA VIDA...OBRIGADA, minha amiga!!!

Esses selos, ganhei de PELOS CAMINHOS DA VIDA...OBRIGADA, minha amiga!!!

GANHEI DA MINHA AMIGA ISA!!! OBRIGADA, QUERIDA AMIGA...

Ganhei da minha amiga JUANI!!! Obrigada, de coração...

Ganhei da Minha amiga Marta Vasil, do "Lua com Dona"!!!Obrigada!

Recebi esse premio da minha amiga, MARIZ...............do meu amigo, EDUARDO ALEIXO..................e da minha amiga HELEN os........................OBRIGADA, queridos amigos!!!.......................................Recebi também da minha amiga FANNYe da amiga Marta Vasil, do Lua com Dona! Obrigada!!!!

Ganhei do blog PELOS CAMINHOAS DA VIDA! OBRIGADA, AMIGA!!!

Ganhei da Isa! Obrigada, minha amiga!!!

Ganhei da Isa! Obrigada, minha amiga!!!

Ganhei da Izinha do "Magico Olhar"!!!


Ganhei da sam! Comemoração do aniversário do seu blog...OBRIGADA, amiga!

Ganhei do meu amigo, Bill Stein Husenbar OBRIGADA!!!

Ganhei da Ana, do blog SAGITÁRIO!!! Obrigada!!!

OBRIGADA, meu querido amigo!!!

Ganhei do blog, PELOS CAMINHOS DA VIDA...Obrigada, amiga!!!

Ganhei da ANA DINIZ... Obrigada, minha amiga!!!

Ganhei do Martim, do blog"onde me esperas?" Obrigada meu amigo!

OBRIGADA, Serena Flor!!!

Ganhei da Mariz do blog "sou pó e luz" OBRIGADA, amiga!!!

Ganhei da Serena Flor! Obrigada, minha amiga...

Ganhei do meu amigo Tossan, do blog Klic Tossan! Obrigada!!!

Ganhei da Maria, do blog "PAPOILA". Obrigada, amiga!

Ganhei da minha amiga MARIZ! Obrigada...

Ganhei do blog SORRISO! Muito obrigada, amiga!!!

Ganhei da Neide! OBRIGADA, amiga!!!

OBRIGADA, meus amigos!!!

Ganhei da REBECA e JOTA CÊ! E também me foi ofertado pela MARTA VASIL...Obrigada, queridos amigos!!!

Esses selos ganhei da minha amiga, Anita Fonseca...OBRIGADA!!!

Esse selo ganhe da minha amiga Mariazita e i do meu amigo Alvaro! Obrigada!

GANHEI DA ISA, do blog MOMENTOS MEUS...Obrigada, é lindo!

GANHEI DO MEU AMIGO ALVARO! Obrigada!!!

Recebi da minha amiga Margarida do blog FRAGMENTUS e do meu amigo DANIEL SAVIO! Obrigada!!!

Ganhei do blog SONH@DOR@.50...Obrigada, amiga!!!

Ganhei da Isa...Obrigada, querida amiga!!!

Ganhei da Isabel, do blog BC e da Mariz do SOU PÓ E LUZ!! Obrigada minha querida amiga!

Ganhei da Isa, do blog MOMENTOS MEUS...OBRIGADA, AMIGA!!!

Ganhei da Mariz! Obrigada, amiga!!!

Ganhei da CLEO! Obrigada, minha amiga!!!

GANHEI DA FANNY e da Margarida do blog Fragmentus...OBRIGADA, amigas!!!

Ganhei da HAERE MAI e da MARIZ...Obrigada, minha amiga!!!

Ganhei da HAERE MAI e da MARIZ...Obrigada, minha amiga!!!

Recebi da minha querida amiga, ISA! Esse é o Troféu do Amigo! Esses blogs são extremamente charmosos. Esses blogueiros têm o objetivo de se achar e serem amigos. Eles não estão interessados em se auto promover. Nossa esperança é que quando os laços desse troféu são cortados ainda mais amizades sejam propagadas. Entregue esse troféu para oito blogueiros(as) que devem escolher oito outros blogueiros(as) e incluir esse texto junto com seu troféu. Passo a: SAM, SERENA FLOR, TOSSAN, PAPOILA, CLEO, FRAGMENTUS, MARTA VASIL, MARIZ. Estou passando às primeiras pessoas que me ofereceram um selo...