quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

FELIZ ANO NOVO!


Para vocês que brindaram o meu ano com seus escritos e amizade, ofereço

essas flores do meu jardim...Com elas o meu carinho!








_____________________________________________



segunda-feira, 20 de dezembro de 2010


________________________________________________
Para você que acompanhou o meu trabalho,
dando-me a alegria da leitura e o prazer dos comentários...


Para você que compartilhou comigo a sua palavra, o seu verso, a sua arte...


MUITO OBRIGADA!


Que estejamos sempre perto, dividindo a nossa emoção...


Beijos de luz e o meu enorme carinho!!!
___________________________________________________

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

A ESTRELA QUE NÃO BRILHOU...



bem longe soprou o vento,

o grito que não se ouviu...


desfolhando-se a rosa

no abandonado jardim

selou beijos não vividos

no envelhecido carmim...



vergada ficou a pele,

do sonho que não vingou...


num apagado sorriso

o crepúsculo crescente...

um jeito de ser somente,

a estrela que não brilhou.
_______________________________________

domingo, 21 de novembro de 2010

O TEMPO QUE NÃO VOLTA...


V estia-se o horizonte em tons dourados

e o sol já se deitava mansamente,

traçando com seus raios alongados,

uma fogueira de cores no poente...


B ailando em meus olhos a plenitude

na entrega que pra noite, faz o dia,

relembro com saudade a juventude

onde a vida era uma eterna euforia!


O s dias eram plenos de confiança

e a ânsia de viver impulsionava

as emoções em rolos coloridos...


N ão era o coração inda ferido

e minha alma tão branca se enfeitava

com um sorriso aberto de criança!








_________________________________

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

ROTINA...

_____________________________________________



espreguiço a manhã da tua ausência
e na saliva sem gosto, engulo a saudade.

afago o rosto,
consolo o desgosto...




exaustão...




escancaro as janelas do dia
de par em par...



na hora tardia e com preguiça...


as dobradiças rangem na agonia sem sol,
no edital da rotina que desanima...


no sal do exagero,
no amargo tempero,



aflição!
____________________________________

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

DESENCONTRO




O sol conheceu a lua

no anoitecer do verão...

E ao vê-la branca e nua,

encheu-se então de paixão!

E a bela deusa entregou-se

a tão brilhante visão,

que pra sua vida trouxe

tão nova e terna canção...








Mas, na loucura contente,


não percebiam os dois,


que o sol vinha sempre à frente


e a lua só vinha depois...


E nesse encontro de longe,


possível, só mesmo olhar...


Vestiu-se o moço de monge


e a lua pôs a chorar...







___________________________

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

NÃO ME DEU A VIDA, A PRIMAZIA...


Nesse jardim encantador da vida,


na lida me enfeitaram tantas flores,

de cores fortes, tantas, coloridas...

Embutidas também algumas dores.



Dessas dores aquela que devassa,


amordaça o meu sonho mais bonito,

é saber que não beberei na taça

da graça de um grande amor bendito!



Não, não me deu a vida a primazia,


de entoar a melodia sonhada

nesse fado onde o sonho é utopia...



De tudo que vivi nesses meus dias,


a ambrosia do amor me foi negada

e revelada apenas na poesia...




___________________________________________

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

VOCÊ CHEGOU!


No abandono estava o meu jardim...

Somente cardo era o que medrava

e nas entradas, tão fechadas travas,

faziam dele um Éden de Caim...



Mas, eis que não sei de onde, chega um dia.

um jardineiro amante e tão gentil,

trazendo um coração de azul anil

e nas mãos, um punhado de poesia!


Revolve a terra seca e sem vida,

vai despertando os sonhos e a paixão

que há muito acreditava haver morrido;


e sem fazer sequer nenhum ruído,

jardineiro amoroso desse chão,

me leva então à terra prometida!




__________________________________




sábado, 28 de agosto de 2010

CHOVE NO CORAÇÃO...














que destino nos empurra
por vezes com tanta força,
que os pés até nem dão conta,
que a alma já desanima...





que vento enfurecido,
varre os sonhos coloridos,
e das mãos nuas e frias
já nenhuma estrela nasce....




donde vem essa canção
falando de amores tristes
que o pranto já não resiste
e chove no coração?




___________________________________

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

VENHA DE MANSO...






Que venha de manso,

pisando aos poucos

o sonho sonhado

em terna paixão...

Com jeito de brisa,

envolva-me o corpo,

fitando meus olhos

com brilho e tremor...


Então me descubra

no olhar demorado,

de encontro atrasado,

de ânsias guardadas...

Tateia meu corpo

em toques de fogo

e os brados da alma

em beijos se calem!

Na entrega profunda

com jeito de sempre

os corpos compondo

a única flor...

Arquejos contentes,

palavras caladas,

fazendo dos braços

um ninho de amor!
__________________________________

sábado, 10 de julho de 2010

CANTO AO POETA






Ouço tua alma diluir-se em cantos


nos versos que a ternura vai traçando...


Como pássaros a voar em bando,


as letras vestem a folha como um manto!




As emoções vão diluindo em rimas


as torrentes de alegrias ou tristezas...


Em toques de profunda sutileza,


pinta o poeta a sua obra prima!




São versos de amor ou de saudade,


retalhos de uma colcha colorida,


tecida co’a emoção da sua alma...




Quando a chuva das palavras se acalma,


suspira fundo e agradece à vida


por ter o dom da sensibilidade!





______________________________

§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§


segunda-feira, 21 de junho de 2010

...e tudo se acalma!




a vida se aquieta

na dança das sombras

tal pássaros livres

que buscam seu ninho...



saudades desfeitas,

passado esquecido,

serena é a alma,

feliz é a vida!



Nos olhos já piscam

estrelas brilhantes

contando segredos

que a ninguém se diz...




e pouco se ouve

dos ecos da alma,

já foram-se as dores

e tudo se acalma...
===================================

quinta-feira, 27 de maio de 2010


O DIA EM QUE EU PARTIR...



Que seja claro o dia em que eu partir


e não haja no céu nenhuma nuvem...

E as lagrimas do meu amor não turvem,

a nova estrada onde devo ir...



Que haja flores sobre a minha porta


pra que eu sinta o perfume na saída

e que a minha alma clara e comovida,

só leve consigo o que mais importa.



Nenhuma lagrima corra por mim


para que eu possa então seguir contente,

no rumo tão novo e desconhecido...



E deste meu caminho percorrido,

se lembrem apenas e tão somente

das flores que plantei neste jardim!


________________________________________


terça-feira, 11 de maio de 2010

PARA ONDE ROLAM AS PEDRAS?



pra onde rolam a s pedras

que não descansam e levam

as horas de todo o dia

os sonhos que não florescem,

o pranto que nunca chora

o riso que enfim explode

a estrela que sempre brilha

o rio que nunca morre

a espera que nunca cansa

o verbo que se ignora

a flor que ninguém mais vê...


onde vão parar as pedras


que passam do fim da estrada

e chegam onde não é nada

e rolam não sei por que...

____________________________


quinta-feira, 29 de abril de 2010

ONDE ANDARÁ A MENINA?




Tão suave como a brisa,
pisava de leve o chão...
A cor do lírio na pele,
o azul nuns olhos de céu...
As mãos trazia vazias,
na boca sorria a canção
e nos cabelos dançava
o brilho e a cor do mel...





Onde andará tal menina
que me fez acreditar,
na vida que vale a pena,
no modo simples de amar?
Onde andará tal menina
que consigo já levou,
no riso a canção mais pura
e tanta saudade deixou?





quarta-feira, 14 de abril de 2010

PERCORRI LONGOS CAMINHOS...




Percorri longos caminhos

correndo atrás das estrelas...

Perdi o rumo do ninho,


e não consegui retê-las!






Encantou-me o seu brilho

de uma grande e tal maneira...

Que virei um andarilho,

solitário e sem fronteira...


Só mesmo o vento brincava


feliz com os meus cabelos...

Mas, nem ele se importava

com meus sofridos anelos...






Vaguei bem mais que devia

e perdi pelo caminho...

Meus sonhos e a poesia,

e o perfume do meu vinho





Volto com as mãos vazias

e o coração consternado...

Nessa estrada nada havia

além do sonho chorado...


_________________________________


terça-feira, 6 de abril de 2010

...NÓS!





O desvendar destes segredos



que como flores vão se abrindo,



tão lentamente descobrindo



no terno toque dos teus dedos...






Vai pouco a pouco acordando,



ardores já adormecidos,



de tempos que já foram idos,



como pássaros revoando!





No desalinho dos cabelos,



o perfume que te embriaga...



E no carinho que te afaga



vou saciando teus apelos...






Em nossos corpos nos perdemos



cumprindo enfim nosso destino...



E nesse louco desatino,



somos enfim o que queremos!






______________________________________

segunda-feira, 29 de março de 2010

NUNCA MAIS...





Por muito tempo permaneceu à porta

com os olhos fixos no vulto que se afastava,

esperando um olhar,

uma palavra a curar o diálogo ferido...




só o vento acariciou o vestido azul

de tantos e desbotados sonhos...




ainda uma vez chamou seu nome,

cortando o peso do silencio.


calado na escuridão

perdeu-se o vulto,

nebulizou-se...





restou a magoa vazia nos olhos...





Ali, permaneceu muito tempo...

Até recolher-se de manso,

vencida no cansaço...



Aliviou um suspiro e adormeceu,

nos ternos e aconchegantes

braços do esquecimento...




__________________________________________

terça-feira, 16 de março de 2010

AS NOTAS DE NÓS DOIS...



Chegue perto, vou contar-te um segredo...

que vive a muito dentro do meu peito

criou raízes de tal forma e jeito

que se tornou dos dias meu enredo!
Nascido do silencio - este amor,

a brotar das palavras que escrevia,

num lirismo que nem mesmo eu sabia,

que só pra ti, eu estava a compor...

Sem saber do amanhã nem do depois,

nem do sabor guardado na bebida

a gritar ou calar essa emoção...


deixei soar ao vento esta canção,

permitindo afinal fluir a vida,

nas notas tão perfeitas de nós dois!



_____________________________________

sexta-feira, 5 de março de 2010

TÃO BREVE...

(foto da internet)



tão breve...



em fogo


as mão tatuaram

a pele macia da moça

e a febre dos beijos

salivaram juras,

cintilando estrelas

no lago dos olhos...



o rio correu livre

beijando todas as pedras

penetrando em todas as frestas,

brincando de ser feliz...



breve como o verão

passaram as águas,

calaram os risos

restaram as mágoas,

as águas dos olhos...


________________________________
_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

VICIO NOSSO DE CADA DIA...


O orgulho canta tão alto



que é pra não querer ouvir...



A voz que vem lá do alto,



censurando esse sentir...





A ira é um fogo ardente

que queima a casa por dentro.

Como uma onda inclemente,

arrasa de fora ao centro...



A cobiça aos pouco mina

nossa generosidade...

Sem perceber extermina,

qualquer traço de bondade.



A preguiça, Deus acuda,

é uma tristeza também...

Pois jamais dará ajuda,

nem pra si, nem pra ninguém!



Dentre todos esses vícios,

Há um que parece pior,

pois é nele sempre o início

de toda tristeza maior...


A mentira é a rainha

do sentimento menor...

É feito erva daninha

que destrói ao seu redor...


Mas, tem a maledicencia
que é também um bicho atroz

ela é pura violência

que Deus livre a todos nós!


______________________________________

_____________________________

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010








assim seja!









que corra o rio na direção traçada




e o guizo dos risos, oculte as sombras...








que a saudade proclame as horas sozinhas




e brilhe em luzes a canção esquecida...








que a memória se vista em roupas de gala




e as dores dos pés, o sorriso não cobre...







______________________________________________

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010







...e adormeceu chorando.



o vazio da ausência a se fazer presente,

tremula dores no soar da noite...



na imensidão escura

dilui-se o canto,

esvaziou-se...



a estrela despiu seu brilho,

e adormeceu chorando...

____________________________

* * * * * * * * * * * * * *










terça-feira, 26 de janeiro de 2010

RETALHO DA INFÂNCIA





Nosso querido amigo e poeta Elcio, está comemorando
seus três anos de blog, e pediu para os amigos,
que postassem algo sobre a própria infância.
Aí está! É dedicado para você, Elcio...


Uma criança rebelde que mesmo quando era castigada, não abaixava o nariz (que por sinal era bem arrebitado).
Infância que se passou ao lado de Nelson, o irmão mais velho, levava sempre para as brincadeiras de meninos. Já o menor, Paulo, não acompanhava, pois era cinco anos mais novo.





- Brincar de índio e mocinho (ele tinha muita habilidade em confeccionar os arcos e flechas), correr por cima dos muros que ladeavam a casa, bem altos por sinal... Ir para as cercanias da cidade, explorar lugares no meio do mato, que nossos pais, nem sequer imaginavam!
Aos domingos, sagradamente, ir ao cinema, nas matinés, levando debaixo do braço, pilhas de revistas em quadrinhos, que eram trocadas por outras que ainda não tínhamos lido.
Os filmes, na sua maioria, de Tarzan “ o rei das selvas” e os épicos, como “ben-hur”, “os dez mandamentos”, “os últimos dias de Pompéia” e algumas comédias maravilhosas com Jerry Lewis, Debbie Reynolds e a maravilhosa série dos filmes “sissi”, com a belíssima Romy Schneider!





Cantar na Radio Iratiense no domingo, num programa de calouros, era a glória!
Sabia de cor, muitas músicas... “lencinho branco”, “noite do meu bem”, “índia”, “meu primeiro amor”, “cantando” e um pouco depois, as músicas de Cely Campelo e o irmão, Tony Campelo.



Foi uma infância bastante tumultuada!






__________________________________________




*** *** *** *** ***

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

ONDE SE PERDERAM AS ASAS?


...fotos que tirei em Shangrillá, balneário onde a vinte e cinco anos,
passo as minhas férias...




___________________________________

as sombras espiam noites

que nunca amanhecem...


carecem de luz as feridas expostas,

mentem as dores que nunca cedem...


nas costas nuas, lanhadas e brancas,

o peso castiga sem respostas...


onde se perderam as asas dos vôos altos?
______________________________



















domingo, 3 de janeiro de 2010




VOMITOU MEU SORRISO





a encontrei na rua, pequena ainda...

descabelada e suja.

esfarrapada a roupa,

calçados gastos,

gestos nervosos e ligeiros...



sinal fechado.



paramos lado a lado...

olhei para o rosto,

tão perto...

sorri com ternura

buscando tocá-la...



nos olhos cruzados,

a raiva cortante.


navalha

nos olhos de aço,

vomitou meu sorriso...


sinal aberto,
sumiu na multidão...



_________________________________

Para todos que aqui passarem e quiserem levar o mimo...

Para todos que aqui passarem e quiserem levar o mimo...
Ganhei do Daniel Milagres e da Ana (Vento sem asas) OBRIGADA, meus queridos amigos!!!

Ganhei do Alvaro...OBRIGADA, meu querido amigo!!!

Esses selos, ganhei de PELOS CAMINHOS DA VIDA...OBRIGADA, minha amiga!!!

Esses selos, ganhei de PELOS CAMINHOS DA VIDA...OBRIGADA, minha amiga!!!

GANHEI DA MINHA AMIGA ISA!!! OBRIGADA, QUERIDA AMIGA...

Ganhei da minha amiga JUANI!!! Obrigada, de coração...

Ganhei da Minha amiga Marta Vasil, do "Lua com Dona"!!!Obrigada!

Recebi esse premio da minha amiga, MARIZ...............do meu amigo, EDUARDO ALEIXO..................e da minha amiga HELEN os........................OBRIGADA, queridos amigos!!!.......................................Recebi também da minha amiga FANNYe da amiga Marta Vasil, do Lua com Dona! Obrigada!!!!

Ganhei do blog PELOS CAMINHOAS DA VIDA! OBRIGADA, AMIGA!!!

Ganhei da Isa! Obrigada, minha amiga!!!

Ganhei da Isa! Obrigada, minha amiga!!!

Ganhei da Izinha do "Magico Olhar"!!!


Ganhei da sam! Comemoração do aniversário do seu blog...OBRIGADA, amiga!

Ganhei do meu amigo, Bill Stein Husenbar OBRIGADA!!!

Ganhei da Ana, do blog SAGITÁRIO!!! Obrigada!!!

OBRIGADA, meu querido amigo!!!

Ganhei do blog, PELOS CAMINHOS DA VIDA...Obrigada, amiga!!!

Ganhei da ANA DINIZ... Obrigada, minha amiga!!!

Ganhei do Martim, do blog"onde me esperas?" Obrigada meu amigo!

OBRIGADA, Serena Flor!!!

Ganhei da Mariz do blog "sou pó e luz" OBRIGADA, amiga!!!

Ganhei da Serena Flor! Obrigada, minha amiga...

Ganhei do meu amigo Tossan, do blog Klic Tossan! Obrigada!!!

Ganhei da Maria, do blog "PAPOILA". Obrigada, amiga!

Ganhei da minha amiga MARIZ! Obrigada...

Ganhei do blog SORRISO! Muito obrigada, amiga!!!

Ganhei da Neide! OBRIGADA, amiga!!!

OBRIGADA, meus amigos!!!

Ganhei da REBECA e JOTA CÊ! E também me foi ofertado pela MARTA VASIL...Obrigada, queridos amigos!!!

Esses selos ganhei da minha amiga, Anita Fonseca...OBRIGADA!!!

Esse selo ganhe da minha amiga Mariazita e i do meu amigo Alvaro! Obrigada!

GANHEI DA ISA, do blog MOMENTOS MEUS...Obrigada, é lindo!

GANHEI DO MEU AMIGO ALVARO! Obrigada!!!

Recebi da minha amiga Margarida do blog FRAGMENTUS e do meu amigo DANIEL SAVIO! Obrigada!!!

Ganhei do blog SONH@DOR@.50...Obrigada, amiga!!!

Ganhei da Isa...Obrigada, querida amiga!!!

Ganhei da Isabel, do blog BC e da Mariz do SOU PÓ E LUZ!! Obrigada minha querida amiga!

Ganhei da Isa, do blog MOMENTOS MEUS...OBRIGADA, AMIGA!!!

Ganhei da Mariz! Obrigada, amiga!!!

Ganhei da CLEO! Obrigada, minha amiga!!!

GANHEI DA FANNY e da Margarida do blog Fragmentus...OBRIGADA, amigas!!!

Ganhei da HAERE MAI e da MARIZ...Obrigada, minha amiga!!!

Ganhei da HAERE MAI e da MARIZ...Obrigada, minha amiga!!!

Recebi da minha querida amiga, ISA! Esse é o Troféu do Amigo! Esses blogs são extremamente charmosos. Esses blogueiros têm o objetivo de se achar e serem amigos. Eles não estão interessados em se auto promover. Nossa esperança é que quando os laços desse troféu são cortados ainda mais amizades sejam propagadas. Entregue esse troféu para oito blogueiros(as) que devem escolher oito outros blogueiros(as) e incluir esse texto junto com seu troféu. Passo a: SAM, SERENA FLOR, TOSSAN, PAPOILA, CLEO, FRAGMENTUS, MARTA VASIL, MARIZ. Estou passando às primeiras pessoas que me ofereceram um selo...