sexta-feira, 8 de agosto de 2008



ESSA NOITE NÃO CANTAREI VERSOS...



Não! Essa noite não cantarei versos...

Há invernos em mim que me recolhem.

Podado rente em cortes que me doem,

já morre o sonho aos poucos submerso...



Que as cortinas se fechem, pois preciso

do silencio sem luz que agora habita...

Minha alma que era antes tão aflita,

se aquieta da emoção que exorcizo.



Que se calem os verbos e os cantos.

O pranto necessita a solidão

para lamber as chagas, lentamente...



E quiçá, nesse exílio inclemente

ganharei novamente a amplidão,

e de azul, vestirei um novo encanto...






117 comentários:

Ana Diniz disse...

Zélia querida:

um quarto escuro é como um bálsamo para o espírito iluminado que busca o repouso. O silêncio é o cântico mais lindo que se pode entoar... O universo está mergulhado em silêncio. Nada se propaga sem ar... Mas temos o silenciar, que é o som mais aproximado do que pode ser a ausência de tons.

Querida, vc é grandiosa.
O azul te envolverá quando vc o desejar...

Obrigada pela linda visita! Respondi teu comentário lá no blog.

Bjos de prisma, com todo o meu carinho e respeito ao seu momento.

Te adoro,

Ana.

Bandys disse...

Belíssimo!
O silencio nos faz ouvir a voz da alma.

Não! Essa noite não cantarei versos...Há invernos em mim que me recolhem.
Podado rente em cortes que me doem,
já morre o sonho aos poucos submerso


Beijos

Dois Rios disse...

"o pranto necessita a solidão"

há tanta verdade nesse verso.

quanto a dor é muito grande, há que silenciar para ouvir o seu grito.

beijo,
inês

elisabete fialho disse...

Viva,por vezes é necessário ficar quieto e ouvir nossa voz, conheço esse sentir bem demais.
E quando sair desse direito de conversar com a solidão...à sua espera...eu estou por aqui...com um abraço do tamanho do mundo

Sol da meia noite disse...

Minha querida, sinto na tristeza das tuas palavras, uma vontade de renasceres das cinzas... que renasças!
A solidão se que falas, a tal ajuda. Leva-nos ao fundo de nós... Precisamos de o fazer para nos fortalecermos.
Por vezes só a solidão, em dor e lágrimas, cura feridas abertas.

Fica bem.
Bom sábado!

Abracinho :-)

Francisco Sobreira disse...

"O pranto necessita a solidão/para lamber as chagas, lentamente". Com versos como esse, você constrói mais um belo poema, com um acompanhamento musical que se adequa ele. Beijo afetuoso.

Martinha disse...

Nessa noite ficarás apenas tu, recolhida no teu espaço vital e no teu silêncio.
Faz-nos tão bem por vezes termos momentos assim! :)
Beijinho *
Bom fim de semana!

Eärwen Tulcakelumë disse...

Deixa a luz do azul realmente entrar em ti amiga. Pois essa é a bela cor que irá exorcizar de ti a solidão, as chagas abertas deixadas pela paixão. Mas não te deixo na solidão, pois não é boa companheira neste momento...sigo em voo contigo...
Retorno ao meu mundo lentamente, agradeço teu carinho sempre comigo.

Pérolas incandescentes de carinho e luz.

Eärwen

tertulías disse...

recolher-se... como voce descreve... obrigado!

Ana Martins disse...

Lindo soneto querida amiga.
às vezes a solidão nos traz a luz que precisamos...
Beijinhos

CARLOS VEIGA disse...

Adorei!
Muito, muito bonito :)
E quem já não teve necessidade de parar, de se isolar no silêncio? No silencioso ruído (por vezes "inclemente") do nossos pensamentos e emoções?!
Esses momentos tão necessários para que nos voltemos a "vestir de azul"...

bj

daniel disse...

Zélia

Por vezes o recolhimento e o silêncio, fazem parte de uma mente aberta, que necessita de espaço temporal para meditar.
Isto nem sempre, anuncia almas menos jubilosas!...

Daniel

MARIUS QUIRÓZ disse...

Que o auto-exílio seja a fonte produtora de nova vida. Seja, como a semente que se impõe solitária para brotar, e como a lagarta, que resplandece e inevitavelmente sorri para o dia.

Bjos e carinhos

Laura disse...

Na verdade a solidão é um bem que todos deveriamos poder ter quando apetecesse...

Todo ser precisa de ficar só
para se lembrar que existe!
e não apenas para penar
das horas tristes...

Beijinhos e demora-te pouco por lá pois a tristeza espande-se e..custa a tirá-la de lá. Beijinhos da laura, e como vivo no mundo do silêncio, nem preciso de me afastar...ehhhhh

mariam disse...

belíssimo e sentido poema

respeitando o seu silêncio, baixinho lhe sussurro
~~~~ do galho recém-podado, brotará precioso ramo ~~~~ que florescerá ~~~~ azul ~~~~ ou quiçá esmeralda...

e porque chorar lava a alma
deixo-lhe uma "pérola" da "nossa" Dulce Pontes...

fique bem
um grande sorriso :)

mariam disse...

http://br.youtube.com/watch?v=_4C0eZzUqg4&feature=related

BANDEIRAS disse...

O silencio é a nossa alma a falar.
Qdo estou triste, é pq o inverno se fez em mim.
Obrigada pela visita
Bjs e bom domingo.

neo-orkuteiro disse...

Seu soneto me faz querer conhecer a obra inteira, o que de certeza farei. "Esta noite não..." Você tirou sua licença poética, mas fez este poema assim mesmo. Belo, muito belo.

Maria Dias disse...

Querida...

As vezes precisamos sim nos recolher e aquietar o coração para esperar a primavera voltar cheia de encantos!

Beijinho e bom fim de semana!

Ailime disse...

A sua poesia é deveras fascinante!
Sim, muitas vezes precisamos do "silêncio", para nos reencontrarmos!
Que "nesse exílio inclemente ganhe novamente a amplidão" e em tons "de azul," vestirá com certeza um novo encanto" que a fará sair desse Inverno...longo?

Beijinhos de luz e esperança!

eder ribeiro disse...

DE VEZ EM QDO NOSSO CORAÇÃO ENTOA VOZES QUE NÃO OUVIMOS POR CAUSA DA BALBURDIA, A NECESSIDADE DO SILÊNCIO SE FAZ PARA NOS OUVIR, O TEU SONETO RICO NAS RIMAS E VERSADO EM UM RITMO MUSICAL DIZ MUITO DISSO. AMEI. BJOS.

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Zélia, votos de bom Domingo... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Zelia. Às vezes é preciso a solidão para refletir e exorcizar emoções que devastam a alma. E assim, mais leve e tranquila, retornar com força total para a escrita de poemas tão belos e profundos.

Beijos mil no seu coração.
Feliz Dia dos Pais!

Beijos mil! :-)

Iana disse...

Tão lindo amiga... que delícia de poema... amei mesmo..

Vim trazer-te beijinhos com carinho e desejar-te um bom domigo
cheio de bençãos

beijos
Iana!!!

Florescer disse...

E, ao habitar em mim, o inverno me proporciona o encontro, a fusão corpo e alma, preparando-se para o pleno desabrochar na primavera.
Beijos e bom domingo
Jacinta

Pelos caminhos da vida. disse...

As vezes precisamos nos recolher.

Beliss�mo.

Uma boa noite.


beijooo.

mdsol disse...

Claro que vai veztir de AZUL!

Muito bom. (E "fazer" um soneto, bem construído não é fácil!).
Acresce a música que ao revelar-se ajuda a revelar as palavas ainda melhor!

:))

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

...vestirei um novo encanto...
bela demais.
marthacorreaonline.blogspot.com

BANDEIRAS disse...

Querida amiga,

É doce beber a água da fonte que vem da beleza dos versos, mesmos quando soam tristes.
Um feliz dia dos pais.
bjs

Perla disse...

Não deixe que o inverno a afogue!
Cante seus versos como se fosse verão!

sagitario disse...

a solidão vem, insta-se e depois não quer ir embora.
Primeiro gela-nos a alma, depois torna-se nossa companheira e cumplice e acabamos por no casar com ela e ser felizes

Vieira Calado disse...

;)

beijinho.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Mas que tristeza, Zélia! Arriba, mulher, vc é muito linda. Não vê o que aconteceu comigo na vida real e o que está acontecendo aqui no Blog (tenho certeza de que está ciente), o que me levou a ligar para a polícia, que criou um aglomerado de investigadores que vigiam os meus caluniadores dia e noite em todos os Estados e até vasculham os seus lixos, além de eu ter feito B. O. de umas 20 pessoas, pois me ameaçaram de fazer um Blog Anti-Renata. Tive que tomar as minhas precauções: o Google disse que se isso acontecer os envolvidos serão expulsos da Blogosfera e com os B.O.s na mão também serão presos na hora. Pensa que gosto disso? Não é uma coisa terrível? Mas não saio daqui, nem me deixo abater. Por isso, eu lhe digo amiga: levante a cabeça, você é uma mulher linda, e preste a atenção: o azul é a cor da tristeza, o rosa é a cor do amor e do afeto, por isso no meu Blog há uma esfera rosa.
Deixo-lhe com mil beijos e pedindo que não nos abandone.
Renata Cordeiro

Multiolhares disse...

são os momentos de encontro com o nosso ser que nos faz crescer
beijos

beto melodia disse...

olá, zélia.

de grande beleza,
..." e de azul, vestirei um novo encanto "...

beijos em seu coração.

O Sibarita disse...

Que belo poema hein dona moça?

Eita coração... kkkk

bjs
O Sibarita

Gerlane disse...

Às veze, precisamos disto: um retiro, o silêncio, ouvir-nos e cuidar-nos, para depois nos refazermos.

Beijos!

Doncel disse...

Desde tu mundo azul,llega a mi colina, esta melodía de guitarra, y tus versos, me traen recuerdos, de bellas noches vividas en mi colina, en mi mundo de color, verde y blanco.

BESOS

Maripa disse...

Oh,minha querida,chorar faz bem alivia o nosso ser e o nosso sentir...depois, agarre-se às coisas boas que tem guardadas em si e vista-se de azul e jamais abandone o seu sorriso de menina.

Beijo carinhoso,querida.

antonio disse...

Um novo canto deve-se vestir da nossa cor preferida.

Ailime disse...

É sempre um gosto ler os seus poemas e ouvir as suas músicas, sempre tão bem escolhidas!Como esta que estou a ouvir neste momento...Bem-haja!
Grata pela visita e palavras tão amáveis!
Um beijo

Ígor Andrade disse...

Que depois desse silêncio... sua alma grite...
Uma semana mágica pra ti!
Abração!

Rafeiro Perfumado disse...

Mas nunca feches a cortina totalmente, deixa sempre um espacinho para que a vida continue a poder espreitar... Beijo.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Isso é coisa de "crianças" de 21, 23 anos, lideradas por um adulto, acho que é do sexo feminino, com o dobro da idade deles. Mas já está tudo pronto. O meu pai é desembargador, o que facilita e agiliza as coisas. Eu não queria chegar a extremos, mas se precisa eu chegarei. Já pensou pessoas com menos de 30 anos e já com ficha na Polícia Federal? Fico triste só de pensar, mas, por outro lado, fico satisfeita, quem mandou fazer intriga, até ligar para a minha casa ligaram. Mas chega desse assunto. Uma boa semana para vc,
Renata

Santhiago Ramirez disse...

Eu não conseguiria traduzir em palavras o prazer que sinto sempre que venho aqui e acho novos versos seus. Poetizar, muitas vezes, é fazer da própria dor a arte que os que lêem amam. É antitético, mas é a vida do poeta.
Amo este espaço.
Beijos carinhosos do Thiago

Beatriz disse...

Eu também, amiga, esta noite não cantarei versos... levarei comigo a tristeza/ternura/beleza do teu poema, bem aninhado no meu coração, pois mesmo não sendo eu que o fiz, assenhorei-me dele, pois o meu pranto também "necessita a solidão para lamber as chagas, lentamente..."

Minha linda, um dos teus mais belos poemas!

Que te chegue uma semana ensolarada de alegrias atadas em flores, estrelas e sorrisos. Fica um beijo do meu para o teu coração!

Astrid Annabelle disse...

À medida que vou lendo suas palavras, saio do chão, atravesso as nuvens e chego ao coração...me faz muito bem estar por aqui!
Obrigado por sua vsita e seu carinho!
Um beijo.
Ma Jivan Prabhuta

anamarta disse...

Olá Zélia
Desculpe de só agora responder à questão que me pôs lá no meu blog, quanto à blogagem colectiva, mas ainda não estou a 100%. Como não conhece a história da Flavia, uma menina a quem, aos dez anos, um absurdo acidente numa piscina deixou em coma, dê um salto até ao blog http://flaviavivendoemcoma.blogspot.com/, que lá encontra a história toda e a maneira como participar se assim o desejar.
É sempre um prazer visitar este seu canto pela beleza das palavras, imagens, músicas que ele contêm! Um dia se mo permitir "roubo-lhe" um dos seus poemas para publicar lá no meu sitio.
beijo

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Zélia, votos de boa semana, beijinhos de carinho,
Fernandinha

Graça Pires disse...

"Há invernos em mim que me recolhem". Bela imagem num belo soneto. Um beijo.

Daniel J Santos disse...

Belíssimo momento, muito bom.

Liz / Falando de tudo! disse...

Nossa que lindo..."o pranto necessita de solidão"...
E este lindo gatinho ai do lado, adorooo animais! ah, e a musica do blog é show, parabens!
Vim te deixar um carinho!
Liz

Menina do Rio disse...

Há invernos em mim que me recolhem...

Estou assim, recolhida neste inverno!

Zélia querida, estou me recuperando de uns problemas de saude e tenho sentido muito cansaço. Por isso tenho vindo menos aos blogs.

DEixo-te um beijinho de boa semana

Crisfonseca disse...

Belo poema, simplesmente sublime.
Tenho um dsenho novo, apareça por la , qaundo vc puder
beijos,
Cris

Fragmentos de Elliana Alves disse...

Pranto?Imagina minha linda,adoro teu sorriso viu,rsrsss,bjssssssss e voltei morrendo de xodade,irei matando aos pouquinhos né,boa tarde!

Leticia Gabian disse...

Um poema de tom carregado, mas muito bom como os tantos outros que escreves, querida.

O teu mundo é azul e nunca deixará de o ser.

Beijo grande!

Verónica disse...

Depois da tempestade vem a bonança! já diz o ditado!
Naufrague,entregue-se à dor ,só assim se libertará!
Obrigada pela visita e desjo-lhe toda a sorte deste mundo.
beijos de esperança

Estrelinha disse...

Zélia querida, um poema cheio de tristeza mas com imenso encanto o encanto de uma alma apaixonada pla escrita, parabens...
beijito meu

Ellen Veloso Soares disse...

Linda poesia! A vida tem dessas coisas!! Recolher-se em si, ficar a sós... silenciar-se é o melhor remédio muitas vezes!!! Só quando aquietamos a alma podemos entender direitinho o que o nosso interior nos fala em segredo!!!

Mar Arável disse...

QUE NÃO SE CALEM AS PALAVRAS

Brisa da Manhã disse...

Olá! Você sempre com maravilhosos posts! É muito bom vir aqui! Obrigada por sua visita! Boa semana! Beijos suaves da Brisa da Manhã

fadazul disse...

Cada vez melhor!!!!!!
se existe melhoria na perfeição amada, voltei obrigada pelas vizitas aos meus blogs, tem nova postagem nos dois, tudo de bom ,bjks

Dauri Batisti disse...

Recolher-se, acolher-se, ser um tempo para si mesmo. Fazer-se bem enfim.

Um beijo

Ilaine disse...

Querida Zélia!

Vim aqui para agradecer pela visita em meu blog. Fiquei muito feliz. Volte sempre!

Vim aqui para ler o seus poemas e conhecer melhor você. Lindo poema! Belo blog!

Bj

Mariazita disse...

A minha colaboração no SEMPRE JOVENS é às Terças-Feiras.
No meu blog, A CASA DA MARIQUINHAS, faço postagens Aos Domingos e Quintas Feiras.
Como no próximo dia 15 vou ausentar-me, para férias, gostaria de contar com a tua presença e comentário nestes dois últimos posts, o que antecipadamente agradeço.
Felicidades. Até Setembro.
Beijinhos
Mariazita
PS – Guarda esta informação, que é preciosa -:)))

Carlos Soares de Oliveira disse...

Vim buscar luz e saí resplandecente, como sempre.Amo seus poemas.Parabéns, mil vezes parabéns

Gui disse...

Vestirás com toda a certeza. Um beijo

Sunshine disse...

Sem as tempestades do Inverno n�o ter�amos o Sol t�pido da Primavera.
Beijinhos com raios de Sol

Dois Rios disse...

Obrigada pelo afago da sua visita.
Meu beijo,
Inês

Rosa Silvestre disse...

Gostei muito deste cantinho de poesia.
Obrigada pela passagem pelo CRIANCICES!
Bjinho, RS.

Rodolfo N disse...

Belíssima poesia muito bonita!
Me encantó y espero verte de azul para vestir un encanto nuevo...
Beijos.

Fernando Rozano disse...

o tempo para dentro sempre é necessário e renovador. por vezes vezes longo, em outras, breve, pouco importa, o que importa é o retorno. meu abraço fraterno.

Agulheta disse...

Olá Zélia. Lindo o poema,pois nos encanta a beleza dos sentidos neste recanto.De regresso,venho deixar um beijinho e amizade Lisa

ANGELO ALFONSIN disse...

Parabéns pelo blog, pelos versos e também o gato ( tenho vários desses amigos que me enchem de carinho e paz).
Obrigado pela generosidade dos comentários.
beijo

Daniel Aladiah disse...

Querida Zélia
E eis que os versos são cantados...
Um beijo
Daniel

helen ps disse...

Momentos de silêncio e introspecção são bons para apaziguar a mente, e também são fontes de inspiração para belas palavras.

Esse gato da foto é tão lindo que não consigo parar de olhar para ele.

Abraço,

PAZ e LUZ

Ana Diniz disse...

Encantadora poeta,

estou saindo de férias...

Postei um poema em homenagem ao espírito de Clarice Lispector.

Ficaria honrada com a sua visita...

Beijos,

Ana.

Carlos Soares de Oliveira disse...

Olá.Agradeço seus comentários,de grande valia para mim.Explicando um pouco o texto VINTE E QUATRO HORAS,é que tenho um irmão que está doente e será submetido a uma cirugia em breve.Como mora há 400kms daqui, só pude estar lá entre eles,por vinte e quatro horas.Mas foram vinte e quatro horas ótimas,valorizei muito.A gente pode fazer de tudo em vinte e quatro horas,principalmente abraçar os entes queridos.Um beijão

Daniel J Santos disse...

Espectacular, muito bom.

Anderson Meireles disse...

Sempre te vi vestida de belo encanto...todo azul..
Apareça quando quiser,
um abraço!

Parapeito disse...

Está noite não cantas...mas de certeza vais voltar a cantar de novo cheia de esperança e luz...Todos nós temos os nossos invernos...o que interessa é saber que novas estaçoes vão chegar.

Dias de brisas frescas**

"Sofi@" disse...

Em primeiro lugar queria lhe pedir desculpas, mas eu não consigo de parar de a tratar por senhora. Desculpe!
E queria agradecer a sua presença e o seu apoio no meu blog, é sempre bom saber que à pessoas que lêem o meu blog, que gostam do que eu escrevo e que não gostam de me ver mal.
Obrigado por tudo.
bj


"Sofi@"

Mary West disse...

Parece um passaro preparando-se para cortar as asas.

Adriana disse...

Zelia a CADA dia voce fica melhor.Um grande beijo

andorinha disse...

Depois do silêncio sem luz, voltar a vestir-se de azul e cantar os versos que a alma guarda.
Um beijo.

Carlos disse...

Olá,

por vezes necessário , encontrar no silêncio de novo o caminho e a força para um novo despertar..

Deixo-lhe um sorriso

:)

Astrid Annabelle disse...

Zélia, estou mais um pouquinho com sua palavras encantadas!
Um beijo.
Ma Jivan Prabhuta

Astrid Annabelle disse...

Correção:
....com suas...
falhou a digitação!!!
Bjs.
Ma Jivan Prabhuta

Martim disse...

lindo....tens ideias sempre novas e palavras diferentes a dizer...tens uma maneira de conjugar palavras que as torna magicas...continua:)
beijos***

Maria Soledade disse...

Simplesmente LINDO!

minha amiga, a solidão por vezes é tão necessária para aclarearmos as nossas ideías!Mas,minha aamiga o refúgio na solidão não pode ser demorado,porque a VIDA está aí...à espreita, a pedir para ser vivida.

Quero ver-te,sentir-te bem depressa envolta no teu lindo azul...

FICA BEM AMIGA

Muito obrigada pelos teus comentários no meu blog

BEIJINHOS GRAAAAAANDES

Mariazita disse...

Querida Zélia
Vir aqui é receber um banho de encantamento!
Cada poema seu que leio penso: este é ainda melhor!
Tenho imensa pena de não saber escrever poesia, que considero uma das mais difíceis formas de escrever.
A sua é de qualidade excepcional.
Só voltarei a visitá-la em Setembro. Vou de férias dia 16, até ao fim do mês. Mas depois cá estarei.
Beijinhos cheios de carinho
Mariazita

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

não dá para não dar uma passadinha por aqui.
Aqui é passárgara.Perfeito!

Beatriz disse...

Sem nova postagem para apreciar, passo e te deixo um ramalhete de flores do campo para perfumar a tua alma, um punhado de estrelas para enfeitar o teu olhar, e um montão de sorrisos para atapetar os teus caminhos.

Luis F disse...

Querida Zélia...

Mais um momento fantástico, belo e único que aqui partilhas...

As tuas palavras trazem o nectar do sentimento.

Parabéns amiga

Bjs com amizade
Luis

mariam disse...

vim só dar um abraço

fique bem.

o meu "dolce fare niente" começa hoje ~~~~

um grande sorriso :)

antónio paiva disse...

...

é do silêncio que se renasce.

eu, gostei muito de ler!

beijinhos.

"O Autor", disse...

Seria feliz se, por vontade própria o não, fosse aprisionado num quarto escuro, tendo como visita e alimento um livro de poesias.

A escuridão seria azul.

Papoila disse...

Belo soneto de introspecção!
No silêncio ouvimos melhor os sons do mundo!
Beijos

Corvo Negro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Corvo Negro disse...

Que se calem os verbos então e que se olhe apenas nos olhos do vocábulo.

Que prazer... este seu belíssimo blogue conhecer.

Seu olhar escreve muito bem. Obrigado pela visita a qual me proporcionou aqui vir serenar.

Bem haja.

antonio - o implume disse...

Convido-te à implumiscência visual:

http://sem-photos.blogspot.com/

Iana disse...

Amiga passei para deixar-te
um beijo doce
Iana!!!

Ana Martins disse...

Olá,
vim à procura de um novo post, deixo um beijinho e votos de um bom fim de semana.

KÁTIA CORRÊA DE CARLI disse...

Zélia querida
Ontem estava assim... não queria cantar versos!
Há dias assim, cinzas, tristes, repletos de saudade do que não se pode ter.
E valeu sim, cada calo e bolha... e infecção e dor.
beijo e bom fim de semana

Marta Vasil disse...

Que boa maneira de olhar a vida. Depois de olharmos para dentro de nós, depois de falarmos no e com o silêncio "...vestirei um novo encanto."

Adorei o seu poema.

bj
MV

Joana Dalila Santos disse...

Gostei muito do poema*

elvira carvalho disse...

Há invernos em mim que me recolhem

Também eu este verão tenho andado um pouco assim.
Um abraço e bom fim de semana

Utopia das Palavras disse...

Passei por aqui através do Poesia no Popular.
Surpresa minha! Bela escrita!
Enche-nos a alma ler poemas assim.
Voltarei de certeza.
Um abraço
Ausenda

Maria Dias disse...

Sim querida...O mundo é azul!Mas muitas pessoas teimam em pintá-lo de cinza chumbo!Venha até o meu Avesso e saiba o porque!

Beijinhos

Deusa Odoyá disse...

Oi minha estimada amiga.
às vezes precisamos do silêncio, para podermos ouvir o grito da nossa própria alma.
Como sempre seu blog, sua vida e seus caminhso, são iluminados de azul.
Beijos amiga.
E fique nessa luz azul, da paz.
Sua amiga.
Regina Coeli.

© Piedade Araújo Sol disse...

mais um belo soneto que nos dás a compartilhar.

um beij

im disse...

Simplesmente LINDO!

Parabéns...

Obrigada pela visita ao Paraíso volta Sempre.

JOICE WORM disse...

Nem acredito porque passei tanto tempo em vir aqui Zélia... Onde andei eu? Enfim. O que vale é que o mundo virtual não deixa morrer as palavras. Coloquei o RSS no meu Blog para não perder mais as suas postagens, viu?
Um beijo grande para ti. A propósito estava lendo um post seu, que tinha colocado em meia hora e depois quando fui comentar, já lá não estava...
Um beijo grande!

JOTA ENE ® disse...

Bonita entardecer

bom f-d-s

sérgio disse...

SOL é vida!
Lindos poemas!
Grato pela visita.

Artista Maldito disse...

Olá Mundo Azul

Só agora tive o prazer de conhecer o seu belo, lãnguido e cerúleo azul. Intimista, à procura do silêncio, do tal desejado pelos poetas, pelos musicos, por quantos anseiam penetrar neste enigma da luz: basta olhar o céu e sonhar com o infinito.
Foi graças ao bom amigo António Pais de Tentativas Poemáticas que a encontrei, do outro lado do oceano: AZUL.
Um abraço,
Isabel

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

Para todos que aqui passarem e quiserem levar o mimo...

Para todos que aqui passarem e quiserem levar o mimo...
Ganhei do Daniel Milagres e da Ana (Vento sem asas) OBRIGADA, meus queridos amigos!!!

Ganhei do Alvaro...OBRIGADA, meu querido amigo!!!

Esses selos, ganhei de PELOS CAMINHOS DA VIDA...OBRIGADA, minha amiga!!!

Esses selos, ganhei de PELOS CAMINHOS DA VIDA...OBRIGADA, minha amiga!!!

GANHEI DA MINHA AMIGA ISA!!! OBRIGADA, QUERIDA AMIGA...

Ganhei da minha amiga JUANI!!! Obrigada, de coração...

Ganhei da Minha amiga Marta Vasil, do "Lua com Dona"!!!Obrigada!

Recebi esse premio da minha amiga, MARIZ...............do meu amigo, EDUARDO ALEIXO..................e da minha amiga HELEN os........................OBRIGADA, queridos amigos!!!.......................................Recebi também da minha amiga FANNYe da amiga Marta Vasil, do Lua com Dona! Obrigada!!!!

Ganhei do blog PELOS CAMINHOAS DA VIDA! OBRIGADA, AMIGA!!!

Ganhei da Isa! Obrigada, minha amiga!!!

Ganhei da Isa! Obrigada, minha amiga!!!

Ganhei da Izinha do "Magico Olhar"!!!


Ganhei da sam! Comemoração do aniversário do seu blog...OBRIGADA, amiga!

Ganhei do meu amigo, Bill Stein Husenbar OBRIGADA!!!

Ganhei da Ana, do blog SAGITÁRIO!!! Obrigada!!!

OBRIGADA, meu querido amigo!!!

Ganhei do blog, PELOS CAMINHOS DA VIDA...Obrigada, amiga!!!

Ganhei da ANA DINIZ... Obrigada, minha amiga!!!

Ganhei do Martim, do blog"onde me esperas?" Obrigada meu amigo!

OBRIGADA, Serena Flor!!!

Ganhei da Mariz do blog "sou pó e luz" OBRIGADA, amiga!!!

Ganhei da Serena Flor! Obrigada, minha amiga...

Ganhei do meu amigo Tossan, do blog Klic Tossan! Obrigada!!!

Ganhei da Maria, do blog "PAPOILA". Obrigada, amiga!

Ganhei da minha amiga MARIZ! Obrigada...

Ganhei do blog SORRISO! Muito obrigada, amiga!!!

Ganhei da Neide! OBRIGADA, amiga!!!

OBRIGADA, meus amigos!!!

Ganhei da REBECA e JOTA CÊ! E também me foi ofertado pela MARTA VASIL...Obrigada, queridos amigos!!!

Esses selos ganhei da minha amiga, Anita Fonseca...OBRIGADA!!!

Esse selo ganhe da minha amiga Mariazita e i do meu amigo Alvaro! Obrigada!

GANHEI DA ISA, do blog MOMENTOS MEUS...Obrigada, é lindo!

GANHEI DO MEU AMIGO ALVARO! Obrigada!!!

Recebi da minha amiga Margarida do blog FRAGMENTUS e do meu amigo DANIEL SAVIO! Obrigada!!!

Ganhei do blog SONH@DOR@.50...Obrigada, amiga!!!

Ganhei da Isa...Obrigada, querida amiga!!!

Ganhei da Isabel, do blog BC e da Mariz do SOU PÓ E LUZ!! Obrigada minha querida amiga!

Ganhei da Isa, do blog MOMENTOS MEUS...OBRIGADA, AMIGA!!!

Ganhei da Mariz! Obrigada, amiga!!!

Ganhei da CLEO! Obrigada, minha amiga!!!

GANHEI DA FANNY e da Margarida do blog Fragmentus...OBRIGADA, amigas!!!

Ganhei da HAERE MAI e da MARIZ...Obrigada, minha amiga!!!

Ganhei da HAERE MAI e da MARIZ...Obrigada, minha amiga!!!

Recebi da minha querida amiga, ISA! Esse é o Troféu do Amigo! Esses blogs são extremamente charmosos. Esses blogueiros têm o objetivo de se achar e serem amigos. Eles não estão interessados em se auto promover. Nossa esperança é que quando os laços desse troféu são cortados ainda mais amizades sejam propagadas. Entregue esse troféu para oito blogueiros(as) que devem escolher oito outros blogueiros(as) e incluir esse texto junto com seu troféu. Passo a: SAM, SERENA FLOR, TOSSAN, PAPOILA, CLEO, FRAGMENTUS, MARTA VASIL, MARIZ. Estou passando às primeiras pessoas que me ofereceram um selo...